PSD Mondim de Basto apresenta propostas para a Economia e Comércio Local

15 de Maio, 2020 Por admin_sim

Tendo em consideração o momento excecional em que vivemos, provocado pela pandemia COVID-19, que além da saúde pública tem afetado a economia, o emprego, o comércio e o rendimento das famílias mondinenses, o PSD de Mondim de Basto enviou ao executivo municipal treze propostas de carácter excecional que podem ser aplicadas
para ajudar os empresários e o comércio local a melhor ultrapassar esta fase mais difícil.

A apresentação das propostas surge num momento de retoma da atividade empresarial e comercial e na sequência da Conferência Online organizada pelo PSD Mondim de Basto sobre os desafios da Economia e Comércio Local durante a pandemia COVID-19.

Para o presidente do PSD Mondim de Basto, Bruno Ferreira, “a apresentação destas propostas reflete a postura construtiva e responsável que o PSD tem adotado.”

Acrescentando que “a despesa prevista em orçamento para alguns eventos ou ações que foram ou serão canceladas poderão ser afetadas para a implementação destas propostas. Ajudando as empresas estamos a proteger o emprego e com isso a ajudar as pessoas.”

Propostas PSD Mondim de Basto:

  1. Isenção do pagamento de água, saneamento e resíduos sólidos entre os meses de fevereiro e maio de 2020, com a possibilidade de alargamento do prazo em função da evolução da pandemia. Nas freguesias em que o município não possua a gestão da água a isenção será proporcionada através da comparticipação do serviço às Juntas de Freguesia;
  2. Oferta de equipamentos de proteção individual aos comerciantes;
  3. Assegurar a realização de testes COVID-19 aos comerciantes;
  4. Promover a digitalização da economia local;
  5. Realizar ações de informação e formação nas áreas de E-commerce, Marketing Digital, Higiene e Segurança;
  6. Disponibilizar a plataforma online do mercadinho rural a todos os empresários e comerciantes que optarem colocar os seus produtos/serviços;
  7. Sempre que possível, o município deve adjudicar todo o tipo de
    produtos/serviços a empresas do concelho;
  8. Implementar um procedimento simplificado de licenciamento de esplanadas para cafés e restaurantes e a isenção total de taxas de ocupação do espaço público para a restauração e comércio de proximidade, até 31 de dezembro de 2020;
  9. Isenção de taxas de publicidade, até 31 de dezembro de 2020;
  10. Isenção de pagamento de taxas de ocupação de espaço no mercado Municipal e Recinto da Feira Municipal, até 31 de dezembro de 2020;
  11. Realizar uma ação de sensibilização, comunicação e marketing para o incentivo à compra no comércio local;
  12. Dar prioridade a pequenas obras urgentes nas diversas freguesias que possam, além de resolver os problemas das pessoas, criar dinâmica económica nas empresas do concelho;
  13. Realizar uma campanha de promoção turística do concelho ajustada às mudanças sociais resultantes da pandemia e destinada ao mercado interno.

    A medidas propostas poderão ser reforçadas, ou serem alvo de um prazo alargado em função da evolução do impacto da COVID-19.