O Património Abandonado e Degradado!

1 de Setembro, 2020 Por admin_sim

Aproveitando este espaço de opinião e a oportunidade que me é concedida, coloco à discussão o que não se tem feito para preservar ou valorizar algum do vasto património do concelho.

Como grandes exemplos, temos as Escolas Primárias, a Casa da Igreja e as Casas Florestais. Se, relativamente às Escolas Primárias, algumas estejam a ser úteis para as Juntas de Freguesia e Associações Mondinenses, por seu lado, a Casa da Igreja continua, aos olhos de todos, a degradar-se a cada dia que passa e as Casas Florestais estão completamente ao abandono.

Muitos destes imóveis encontram-se em locais verdadeiramente fantásticos, com miradouros naturais incríveis, onde a vista se prolonga por vários quilómetros e onde se pode apreciar a natureza, que tanto caracteriza o nosso concelho. Dou só o exemplo de dois imóveis, a saber: a Casa Florestal do Bilhó e a Escola Primária de Carvalhais.

Não deveríamos revitalizar estes espaços e com eles criar novas sinergias? Porque não recuperar e colocar ao serviço do Turismo? Não poderiam estes espaços ser uma fonte de rendimento?

É preciso dar “vida” a estes locais e acredito que o Ambiente, a Sociedade e a Economia, as três dimensões da sustentabilidade, iriam agradecer.

Será que estes espaços remodelados não poderiam ser um incentivo para ajudar a fixar a população nas respetivas aldeias?

E porque não salvar este património e colocar ao serviço da ação social ou de famílias carenciadas?

A mudança é possível! É preciso que haja interesse e muita persistência do poder público em parceria com a consciencialização da comunidade Mondinense!

O tempo de cuidar, potenciar e rentabilizar o que é nosso deve ser pensado e preservado.

Eduardo Borges

*As opiniões expressas nos artigos são da completa e exclusiva responsabilidade dos seus autores.