PSD Mondim de Basto defende um novo modelo para o Mercado Municipal

9 de Fevereiro, 2021 Por admin_sim

Autarquia só pretende fazer ligeiras obras.
Só em projetos já se gastaram mais de 70.000€.

O PSD Mondim de Basto tem vindo a defender, desde há vários anos, a necessidade de requalificação do Mercado Municipal. Foi com agrado que recentemente vimos o município anunciar que o Mercado Municipal será alvo de obras de beneficiação. No entanto, foi com espanto que verificamos que a execução da operação terá um valor de investimento total de 70.483,11€, com duração prevista de 7 meses. Trata-se, pois, de uma mera operação de maquilhagem ao edifício, a inaugurar em vésperas de eleições autárquicas, e um sinal de desvalorização do potencial do edifício, com um custo de obra praticamente igual ao valor já gasto só com projetos, senão vejamos:

– Durante a governação socialista na autarquia foram adjudicados à mesma empresa dois projetos para as requalificações do edifício do Mercado Municipal e do espaço envolvente ao Mercado;

– O primeiro projeto, elaborado em 2010, para a requalificação do edifício do Mercado Municipal custou 30.442,50€ (iva incluído), sendo o valor estimado da obra de 1.540.000€ (um milhão e quinhentos e quarenta mil euros);

– O segundo projeto, elaborado em 2016, para a requalificação do espaço envolvente ao Mercado custou 39.973,77€ (iva incluído) sendo o valor estimado da obra de 660.000€ (seiscentos e sessenta mil euros);

– Só nestes dois projetos, foram gastos 70.416,27€, um valor praticamente igual ao agora atribuído para a “modernização do Mercado Municipal de Mondim de Basto”, segundo a divulgação oficial do município;

– O valor total previsto para as requalificações do edifício do Mercado Municipal e do espaço envolvente ao Mercado era de 2.200.00€ (dois milhões e duzentos mil euros), muito longe dos anunciados 70.483,11€.

Qualquer dificuldade para a realização das duas intervenções de uma só vez, não justifica a intervenção anunciada pelo município, nem a mesma irá resolver as necessidades do edifício. Tal situação revela falta de planeamento e de rigor na gestão pública.

Para o presidente do PSD Mondim de Basto, Bruno Ferreira, “o Mercado Municipal pela sua história, infra-estrutura e localização, deverá ser dotado de condições para se transformar numa plataforma logística e comercial dos produtos da terra, provida de condições de acessibilidade, serviços e espaços físicos para instalar produtores e empreendedores, especialmente dos setores agrícolas, agroalimentar e artesanato. O Mercado Municipal deverá ser alvo da implementação de projetos e programas que contribuam para a dinamização da economia local, que promovam a interligação dos agentes económicos do concelho e incentivem o consumo e a valorização dos produtos da terra. O Mercado Municipal deverá ainda oferecer condições para ser utilizado com um espaço multiusos e cultural.”