Valorização das Quedas do Rio Cabrão: mais um projeto pago que, como outros, não sai do papel

23 de Março, 2021 Por admin_sim

Na última Assembleia Municipal de Mondim de Basto, foi discutida e votada uma proposta para o reconhecimento como ação de Relevante Interesse Público Municipal o “Projeto de Execução do parque de estacionamento de jusante” com vista à Valorização das Quedas do Rio Cabrão. O Grupo Municipal do PSD votou a favor da proposta.

Aproveitámos a oportunidade para questionar o ponto de situação da candidatura, apresentada em 2018, para a “Valorização das Quedas do Rio Cabrão”, com o valor total de 616.434,21€ e cujo projeto foi adjudicado por 30.000,00€ + iva. Verificámos que ao fim de quase 3 anos o projeto não irá avançar, pelo menos nos moldes inicialmente previstos.

“Formalizar o estacionamento, organizando o trânsito e lugares definidos” era apenas um dos objetivos do projeto, que se vê agora substancialmente alterado.

Uma vez mais, em ano de eleições autárquicas, o executivo socialista inicia pequenas obras para tentar encobrir a incompetência de executar na totalidade os projetos que encomendou e o erário público pagou. Onde estão o edifício de apoio para apreciação do local, a instalação dos decks de madeira para garantir acessos em segurança, a criação de dois açudes ou a estrutura para a prática de canyoning previstos no projeto?

Estamos, atualmente, perante uma gestão autárquica sem rumo, sem critério e meramente com objetivos eleitorais. Estão a mascarar obras prometidas que efetivamente não serão executadas.

Defendemos a Valorização das Quedas do Rio Cabrão, compreendemos a importância dos parques de estacionamento, mas entendemos que fica aquém do prometido, das necessidades do local e dos potenciais turístico, lúdico e económico que este património natural constitui.